Terça, 18 de Junho de 2024
28°

Tempo nublado

Cajazeiras, PB

Geral Dengue

Homem com comorbidades morreu vítima de dengue hemorrágica, confirma secretário de Saúde de São João

O enfermeiro Ronaldo Duarte, secretário de Saúde de São João do Rio do Peixe, disse que as ações de saúde estão sendo intensificadas a partir da atualização do Painel de Arboviroses da Secretaria de Saúde do Estado

05/06/2024 às 07h18
Por: Angelo Lima Fonte: Diário do Sertão
Compartilhe:
Homem com comorbidades morreu vítima de dengue hemorrágica, confirma secretário de Saúde de São João

 

 

A cidade de São João do Rio do Peixe, município localizado na região de Cajazeiras, é a único no sertão do estado que registrou morte em decorrência da dengue até esta segunda-feira (03). De acordo com dados da atualização do Painel de Arboviroses da Secretaria de Saúde do Estado (SES), a Paraíba ultrapassou nesta segunda-feira (03), os dez mil casos prováveis de dengue em 2024.


O óbito registrado em São João do Rio do Peixe foi de um homem de 58 anos, vítima da dengue. Ao programa Olho Vivo da TV e Rede Diário do Sertão, o enfermeiro Ronaldo Duarte, secretário de Saúde do município, disse nesta terça-feira (04), que as ações de saúde estão sendo intensificadas para combater o mosquito aedes aegypti, transmissor da dengue, zyka e chikungunya, na medida em que os dados epidemiológicos são atualizados, as ações ganham reforço.

”Hoje nós tivemos 245 suspeitos, desses casos, 10 confirmados, sendo 3 dengue e 7 chikungunya. 225 foram descartados, sendo 87 por critério laboratorial e 148 por critério clínico-epidemiológico e, temos no momento 10 casos em investigação, esperando os resultados para confirmar ou descartar se é dengue ou não. Tínhamos um caso de dengue hemorrágica em investigação que foi confirmada pela Secretaria de Estado da Saúde”, disse.


O secretário disse [sem maiores detalhes] que o paciente morreu em decorrência de dengue hemorrágica, mas que ele também tinha algumas comorbidades de saúde.



ATUALIZAÇÃO ESTADUAL

Até esta segunda (04) era 10.066 casos prováveis de dengue no estado, quase o dobro de casos em relação ao mesmo período em 2023 (5.522 casos até o início de junho).

De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde, o número de casos prováveis engloba os casos que são confirmados e os casos que estão em aberto. Os casos em aberto são aqueles que foram notificados como suspeito, mas ainda não foram confirmados, nem descartados. Outras 11 mortes pela doença estão em investigação.

Os óbitos confirmados por dengue incluem:

– Uma Mulher de 24 anos, de Camalaú;
– Uma Mulher de 42 anos, do Conde;
– Um Homem de 60 anos, de Campina Grande;
– Um Homem de 69 anos, de Cabedelo;
– Uma Mulher de 93 anos, de Campina Grande;
– Um Homem de 58 anos, de São João do Rio do Peixe.

DIÁRIO DO SERTÃO

 

Ele1 - Criar site de notícias