Terça, 18 de Junho de 2024
28°

Tempo nublado

Cajazeiras, PB

Polícia Duplo Homicídio

Policial penal, ex-candidato a deputado é preso em flagrante por matar esposa e cunhada a tiros, em João Pessoa

De acordo com o coronel, o genro do policial conseguiu desarma-lo e deu uma coronhada nele que o fez desmaiar. O Samu foi chamado para fazer o socorro até o hospital.

03/06/2024 às 11h27
Por: Angelo Lima Fonte: Mais PB
Compartilhe:
Policial penal, ex-candidato a deputado é preso em flagrante por matar esposa e cunhada a tiros, em João Pessoa

Maria do Socorro Dias e Maria Lúcia Dias. Esses eram os nomes das duas irmãs, que foram mortas na tarde deste domingo (2), no bairro João Paulo II, em João Pessoa. O autor do crime foi o policial penal Osmany Moraes, 60 anos, que foi preso em flagrante pela Polícia Militar. 

Relato do caso:


Um policial penal de 60 anos foi preso em flagrante, na tarde deste domingo (2), após matar a esposa e a cunhada dentro de casa no bairro João Paulo II, em João Pessoa. Inicialmente, a Polícia teria sido acionada para atender uma ocorrência de violência doméstica, mas ao chegar foi surpreendida com disparos de armas de fogo realizados pelo homem. 

O tenente coronel Ferreira, comandante do 5º BPM, informou que uma guarnição da PM foi acionada para uma ocorrência de violência doméstica. “Quando a viatura chegou na casa, a filha do policial penal autorizou a entrada. Quando ele avistou os policiais disse: ‘chamaram a polícia foi?’ E daí começou a atirar matando a esposa e a cunhada dele”, disse o coronel.

De acordo com o coronel, o genro do policial conseguiu desarma-lo e deu uma coronhada nele que o fez desmaiar. O Samu foi chamado para fazer o socorro até o hospital.

Osmany Moraes tinha passado a noite de plantão no Presídio Silvio Porto. Em 2020, Osmany foi candidato a vereador de João Pessoa.

Mais PB 

Ele1 - Criar site de notícias